Diabetes: conheça os sintomas

diabetes-528678_1920Diabetes é a incapacidade do corpo em produzir insulina, que, por sua vez, controla a glicose no sangue. O nosso corpo precisa desse hormônio, para utilizar a glicose, que conseguimos obter por meio dos alimentos. Quando uma pessoa é diagnosticada com sintomas de diabetes, o corpo não fabrica mais a insulina e, dessa forma, não consegue utilizar a glicose corretamente – o nível de sangue aumenta: a famosa hiperglicemia.

Antes de falarmos os sintomas de diabetes mais comuns, é necessário entender os diferentes tipos de diabetes:

Pré-diabetes

A pré-diabetes ocorre quando os níveis de glicose no sangue estão mais altos do que o normal, mas não caracterizam ainda nenhum tipo de diabetes. Nesse caso, essa ainda é a única forma de prevenção da diabetes: quando você é diagnosticado antes do quadro de diabetes do tipo 1 ou 2, por exemplo.

Diabetes tipo 1

Na diabetes do tipo 1, que ocorre entre a infância ou adolescência, podendo ser diagnosticada também em adultos, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo. Por conta disso, a glicose fica no sangue, ao invés de ser usada como energia.

O tratamento, geralmente, é o uso da insulina, remédios, planejamento alimentar e atividades físicas, para regular o nível de glicose no sangue.

Diabetes tipo 2

Já na diabetes do tipo 2, o organismo não é capaz de adequar a insulina que produz (ou não produz a insulina suficiente para o controle da taxa de glicemia).

Para o tratamento neste caso, é necessário realizar atividades físicas regulares, sendo necessário também um planejamento alimentar rigoroso. Em alguns casos, é necessário fazer o uso de insulina e medicamentos para o controle da glicose.

Diabetes gestacional

Geralmente, durante a gravidez, para permitir o correto desenvolvimento do bebê, o corpo da mulher passa por diversas mudanças hormonais. A placenta, que é uma fonte importante de hormônios, reduz a ação da insulina, responsável por receber e utilizar a glicose pelo corpo. Já o pâncreas, aumenta a produção de insulina para compensar o quadro.

Entretanto, em algumas mulheres esse processo não ocorre e, dessa forma, desenvolvem o quadro de diabetes gestacional, com o aumento do nível de glicose no sangue.

O tratamento para esse quadro é o acompanhamento nutricional e, para cada período da gravidez, uma quantidade certa de nutrientes. Outra prática recomendada é a prática de exercícios físicos regulares.

Veja abaixo os principais sintomas de diabetes:

Cansaço;
Perda de peso repentina;
Visão turva;
Fome excessiva;
Infecções;
Formigamento;
Sede com frequência;
Cicatrização lenta.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Conheça as funcionalidades do SaúdeControle

Você, que ainda não organiza as informações médicas pelo aplicativo ou site do SaúdeControle, está na hora de usá-lo como aliado no arquivamento e monitoramento do seu histórico médico!

O SaúdeControle é multiplataforma. Você acessa pelo aplicativo ou site, faz o seu cadastro e insere todas as informações antigas e recentes: consultas, exames, vacinas, cadastro de medicamentos para alertas de notificações. Além disso, você tem a possibilidade de convidar seu médico para utilizar o Visão Médico e exportar suas fichas clínicas e informações médicas a qualquer momento.

No aplicativo do SaúdeControle, você conta com uma área exclusiva para descontos, onde você pode buscar medicamentos, localizar a farmácia mais próxima e acessar a sua Carteira Desconto Medicamento, que concede descontos que variam de 5 a 55% em mais de 14 mil medicamentos!

Ainda tem dúvidas de como utilizar o SaúdeControle? Acesse o vídeo explicativo, clique aqui.

Alimentos com mais potássio do que a banana

banana

Você sabia que o potássio é um dos micronutrientes com maior poder no corpo humano? Mesmo sendo um dos minerais com maior abundância em nosso organismo, é importante seu consumo para ter uma boa saúde.

O potássio está associado ao funcionamento do cérebro, coração, rins e músculos, fazendo com que o corpo humano funcione como um todo.

Além disso, o potássio ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, atua como fio condutor de oxigênio para o cérebro e está ligado diretamente à saúde mental, atuando como travão de declínio cognitivo.

Quem é adepto a prática de exercícios físicos sabe o quanto este micronutriente é importante para a recuperação muscular e para a prevenção de cãibras.

Muitas pessoas associam o consumo da banana com o aumento do potássio no organismo, mas existem outros alimentos com maior presença deste nutriente:

· Alperce (Damasco);
· Abacate;
· Chávena de molho de tomate;
· Chávena de feijão branco;
· Batata-doce;
· Iogurte magro.

Achou interessante este artigo? Compartilhe nas redes sociais!

Glúten: conheça os riscos para pacientes celíacos

O número de indivíduos com intolerância ao glúten é cada vez maior. Inclusive, mesmo que você não sofra de intolerância à proteína, os riscos de consumi-lo são enormes.

Riscos dos alimentos com glúten

O glúten é uma proteína amorfa que está presente em muitos alimentos – como os pães, pizzas, massas e cervejas, por exemplo.

Em pacientes com doença celíaca, a ingestão de glúten desencadeia uma reação exagerada do sistema imunológico, podendo causar sintomas típicos como diarreia, anemia, perda de peso e osteoporose.

Estudos descobriram, ainda, que o glúten é capaz de desencadear processo inflamatório, piorando o quadro de doenças intestinais e doenças crônicas como esclerose múltipla, asma e artrite reumatoide.

Outro risco do glúten é a predisposição a resistência à insulina (principal causa de diabete tipo 2), e também maior chance de desenvolver a diabetes do tipo 1.

Tratamento

Mesmo parecendo simples cortar o glúten da dieta, é importante consultar um médico para fazer o acompanhamento do quadro. Ainda assim, uma dieta isenta de glúten e alimentos industrializados, é indicada para os pacientes com doenças autoimunes.

Achou interessante esse conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!

SaúdeControle: multiplataforma que organiza as informações médicas

slider3O SaúdeControle é multiplataforma (app e site) que facilita na organização, monitoramento e arquivamento do seu histórico médico – e também dos seus dependentes.

Veja abaixo as principais funcionalidades do SaúdeControle:

· Consultas: arquive e organize o histórico das suas consultas, com CRM do médico e outras informações.

· Exames: busca automática com laboratórios parceiros, também sendo possível fazer o upload do arquivo.

· Monitoramento: faça o histórico de medições como Glicose, Hemoglobina Glicada, Colesterol (LDL, HDL e VLDL), Triglicérides, Pressão Arterial e Peso.

· Ficha Clínica: preencha as 15 fichas de especialidades médicas e, ao completar 70% do seu perfil, ganhe o acesso à carteira de descontos em medicamentos.

· Histórico Familiar: facilite no mapeamento das possíveis doenças diagnosticadas em sua família.

· Carteira Desconto Medicamentos: um benefício exclusivo do SaúdeControle, que concede descontos de 5 a 55% em mais de 14 mil medicamentos.

· Linha do Tempo: gerencie e analise todo o seu histórico médico, com todas as informações que foram armazenadas ao longo do tempo.

· Exportação: todo o seu histórico médico pode ser exportado a qualquer momento ao seu médico de confiança, facilitando no acompanhamento e diagnóstico.

E você, como organiza as informações médicas? Baixe o SaúdeControle agora mesmo, organize e arquive o seu histórico médico!

Achou interessante este artigo? Compartilhe nas redes sociais!