Como balancear a comida das crianças

Como balancear a comida das crianças

A alimentação das crianças costuma ser um tema que causa muita preocupação e estresse na vida dos pais, pois, a partir de uma certa idade, os pequenos começam a querer selecionar os alimentos que irão comer e assim se torna cada vez mais difícil para os pais convencê-los a se alimentar de forma saudável.

Porém, manter uma alimentação balanceada durante a fase de crescimento das crianças é um fator de grande importância para conseguir evitar uma série de problemas causados pela falta de nutrientes no organismo, como por exemplo, má formação dos ossos e dentes, dificuldades de concentração e aprendizado, atraso no crescimento e vários outros.

Desse modo, o primeiro passo para conseguir que as crianças se alimentem de modo saudável é estabelecer uma rotina para cada refeição e não deixar que os pequenos decidam sozinhos a hora em que irão comer. Outra questão importante é tentar variar sempre no cardápio e testar o paladar das crianças, pois se eles não gostam de uma determinada verdura ou legume, a sugestão é continuar oferecendo outros alimentos até encontrar quais são os que lhes agradam mais.

Entre os alimentos que não podem deixar de fazer parte da alimentação das crianças para que ela seja rica e balanceada em todos os nutrientes necessários, estão:

1. Cereais

Alimentos como o arroz e a aveia são fontes de carboidrato complexo, que é um dos nutrientes responsáveis pelo fornecimento de energia. Portanto, é algo essencial durante a fase de crescimento das crianças.

2. Frutas

São ricas em diversas vitaminas, o que as tornam importantíssimas para o organismo humano. Para convencer os pequenos a provarem diferentes tipos de fruta, a dica é apostar em sobremesas como salada de frutas e sorvetes caseiros feitos com elas.

3. Vegetais amarelo-alaranjados

Os vegetais desse tipo, como a cenoura e a abóbora, são muito importantes para o crescimento e o desenvolvimento celular, além de serem fontes ricas em vitamina A.

4. Feijão

O feijão continua sendo uma das principais fontes de ferro e fibras para o organismo, por esse motivo, o ideal é ingeri-lo ao menos três ou quatro vezes durante a semana.

5. Vegetais verde-escuros

São possivelmente os mais difíceis de convencer as crianças a comerem, porém, os alimentos desse tipo como é o caso do espinafre, do brócolis e da couve são essenciais para se obter nutrientes como o ácido fólico e potássio.