Spinning

A prática de spinning surgiu para quem pretende queimar as gordurinhas, melhorar seu condicionamento físico, e ajudar a manter o coração saudável, livre de doenças como a obesidade, por exemplo. Saiba que uma aula com duração de uma hora pode queimar até 600 calorias! Vamos conferir mais informações sobre o spinning e todos seus benefícios para o corpo e nossa saúde? Contine reading

O calçado ideal

Ao escolher o calçado ideal, vários aspectos devem ser levados em conta. Pensar somente no quesito estética, pode acarretar uma série de problemas – atingindo até outras partes do corpo além do pé, como dores nas costas e deformações na coluna. Também pode ser interessante atentar para má-formações já existentes, como pé chato e joanete, a fim de amenizar essas condições.
Contine reading

Alimentos termogênicos

Existe uma categoria de alimentos que vem fazendo um grande sucesso entre as pessoas que desejam emagrecer. Estamos falando dos alimentos termogênicos, considerados verdadeiros queimadores de gordura por conta do estímulo que proporcionam ao metabolismo.

A lista de termogênicos é grande, e inclui a pimenta, a canela, o café, o chá de hibisco, o gengibre, o chá verde, a água gelada, a linhaça, o guaraná em pó, a mostarda, o salmão, entre outras variedades de alimentos. Uma dieta com calorias controladas e termogênicos ajuda a emagrecer com mais facilidade, principalmente durante o calor do verão brasileiro.

Como os termogênicos atuam no organismo?

O que os alimentos termogênicos fazem é justamente acelerar o emagrecimento de forma natural e saudável, pois eles atuam de forma a aumentar a temperatura corporal e o calor, fazendo com que o organismo gaste mais energia durante o processo de digestão.

Ao combinar uma dieta equilibrada, turbinada com termogênicos, e a prática de exercícios físicos diários, qualquer pessoa pode perder peso com saúde e se manter magro. Neste contexto, as calorias dos alimentos devem ser levadas em conta. Não adianta nada consumir termogênicos e continuar comendo produtos hipercalóricos e ricos em gordura e açúcar.

A inclusão dos termogênicos na dieta deve ser um complemento à alimentação saudável. É importante ressaltar ainda que os alimentos termogênicos também contribuem para outros fatores no corpo humano. Eles ajudam a melhorar a digestão e a circulação sanguínea, por exemplo.

Como incluir os alimentos termogênicos na dieta?

Os alimentos termogênicos devem ser consumidos durante o dia todo. Já no café da manhã, é possível adotar o hábito de tomar uma xícara de chá hibisco para estimular o organismo.

A pimenta vermelha pode ser usada no tempero dos alimentos e nas saladas. Ela contém uma substância chamada capsaicina, que ajuda a quebrar as gorduras com mais facilidade e faz o metabolismo funcionar cerca de 20% mais rápido do que o normal.

A água gelada deve ser tomada, pelo menos, 8 vezes ao dia. Ela age como um estimulante e proporciona energia para o corpo.

No caso do café, que já é uma bebida adorada pelos brasileiros, o consumo deve ser feito sem açúcar. É importante não exagerar na dose e não beber café durante a noite para evitar que a cafeína prejudique a qualidade do sono.

Colocando estas dicas em prática, fica mais fácil conquistar um corpo magro e saudável!

Dança de Salão: melhore sua saúde se divertindo

Danças de Salão podem ser muito divertidas, e os benefícios que trazem à sua saúde são inúmeros. Gosta de dançar tango, valsa, ou até mesmo samba? Saiba que enquanto dança, você interage socialmente, tem seu estresse diminuído, e queima calorias.

A Dança de Salão teve sua origem nos bailes das cortes europeias, em grandes eventos de gala. Havia muita pompa. Através do tempo, as Danças de Salão passaram dos grandes salões à Academias de Dança. Aprender a dançar sempre esteve, de uma maneira ou de outra, na moda. Mas, além de tudo, dançar pode ser muito saudável.

Vamos ver o que a Dança de Salão pode trazer de benefícios ao seu corpo:

1) Você emagrece, pode perder até 700 calorias!
2) Pode prevenir doenças como a Osteoporose e o Alzheimer.
3) Existe a melhora na postura, no equilíbrio e evita dores na coluna.
4) Danças como a valsa, onde pode haver o contato direto com o corpo do companheiro(a), proporciona uma interação social maior, dando-lhe mais confiança e menos timidez.
5) Conforme o tipo de dança, ela servirá para fortalecer o joelho e a coluna.
6) Dançar tonifica seus músculos.
7) Dançar é uma atividade aeróbica que aumenta os batimentos cardíacos, estimula a circulação do sangue, melhorando sua saúde em geral.
8) Se tiver coreografia na dança, isso vai ajudar a melhorar a coordenação motora.
9) Melhora a musicalidade, a memória e a cognitividade.

O bom de tudo isso que as Danças de Salão voltaram à moda, vide a “Dança dos Famosos” no domingo na TV. Não dá vontade de sair dançando após assistir o programa?

Animou-se? Então procure um curso de Dança de Salão na sua cidade. É uma forma prazerosa de fazer exercício, de se socializar.

Coloque para funcionar o seu corpo, a sua coluna, o seu joelho, levante-se da cadeira e descubra como é bom dançar! Você pode até encontrar um namorado(a) pé-de-valsa enquanto fica mais saudável!

Câncer de mama: prevenir é melhor do que remediar.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres e responde por 22% dos novos casos diagnosticados a cada ano, em todo o globo. Fazendo os exames preventivos e diagnosticando a doença em seu estágio inicial, as chances de cura aumentam se compararmos com quem inicia o tratamento já no estágio avançado.

Entre os sintomas que podem levar a esse tipo de câncer, fique de olho em alterações na pele do seio e mamilos (aspecto que lembra a casca de uma laranja) e secreções nos mamilos e nódulos nos seios que não causem dores. Nódulos na axila também devem ser encarados como alerta. Ao se deparar com um desses sintomas, procure ajuda médica.

Para quem possui no histórico familiar a presença da doença, principalmente em parentes de primeiro grau que tiveram câncer de mama antes dos 50, as chances de desenvolver a doença são maiores. Nesse caso, específico, a prevenção por meio do acompanhamento médico deve iniciar a partir dos 35 anos. Os fatores de risco para esse grupo vão desde primeira menstruação precoce até primeira gravidez após os 30 anos de idade.

As formas mais eficazes para detectar a doença em seu estágio inicial são o exame clínico e a mamografia.

No exame clínico, tumores de até 1cm, quando são superficiais, podem ser detectados por um médico ou enfermeira. Esse procedimento deve ser realizado anualmente por mulheres com mais de 40 anos.

Já na mamografia, onde o seio é comprimido no mamógrafo para permitir a geração de imagens detalhadas, lesões em fase inicial são identificadas com mais rapidez. Esse exame deve ser realizado duas vezes por ano por mulheres entre 50 e 69 anos de idade.

Você sabia?
A Lei 11.664, de 2008, estabelece que todas as mulheres têm direito à mamografia a partir dos 40 anos no Sistema Único de Saúde (SUS).

Hora de prevenir! Cuidar da sua saúde, alimentação e conhecer o seu corpo são os primeiros passos para a prevenção.

1. Obesidade? Estou fora! Adote uma dieta equilibrada e pratique regularmente exercícios físicos. Cuide da sua alimentação! O excesso de peso pode colaborar no risco do desenvolvimento da doença.
2. E aquela cervejinha? Mesmo o consumo moderado de álcool é contra-indicado.
3. Descubra-se! Toque mais no seu corpo! O autoexame das seios é importante e para você se conhecer melhor. Vale ressaltar que ele não substitui os outros exames citados acima.

O que vem por ai?
Os pesquisadores ChieuNguyen e RaviSaraf, da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, aprimoraram peles eletrônicas, que são tão sensíveis quanto a minha ou a sua, para detectar sinais que remetem ao câncer de mama.

Essa pele é colocada sobre o seio e identifica nódulos suspeitos. Com a ajuda de outros equipamentos, gera imagens de altíssima resolução para que o médico possa diagnosticar com precisão.

Ainda em testes, não há previsão de chegada ao mercado.

Fontes: INCA e Inovação Tecnológica.

Pilates

O que é:

Trata-se de uma metodologia de intervenção sobre os sistemas esquelético e muscular humanos, aplicada com a finalidade principal de desenvolver no praticante a percepção do próprio corpo, notadamente o reconhecimento de seu centro de gravidade e de suas possibilidades e limitações articulares. Os movimentos que caracterizam esse programa de exercícios podem ser realizados com o auxílio de equipamentos como colchonetes, bolas e pinos, ou ainda com o emprego de aparelhos especialmente desenhados para a aplicação do método. Em ambos os casos, utiliza-se a ação gravitacional exercida sobre o corpo do praticante (seu peso corporal) como elemento de resistência a ser vencido. Em geral, são profissionais da área de saúde que buscam capacitação para aplicação da técnica, mais comumente fisioterapeutas e educadores físicos.

Os benefícios que oferece:

O fato de a metodologia ser composta por mais de quinhentos (isso mesmo!) exercícios diferentes, oferece como primeiro benefício a possibilidade de que sejam aplicados estímulos em todos os músculos do corpo humano, o que contribui para o equilíbrio e a harmonização da postura, tanto com o corpo parado (postura estática), quanto com o corpo em movimento (postura dinâmica). Evidentemente, a maior quantidade de músculos em movimento é acompanhada da possibilidade de maior gasto de calorias (Note que, apesar disso, não se pode dizer que, isoladamente, o Pilates – ou qualquer outra atividade física ou esporte – emagrece o praticante. Para esse tipo de resultado, há outras variáveis que precisam ser levadas em consideração – como a dieta alimentar, por exemplo). À conta dos benefícios oferecidos pelo Pilates, somam-se ainda os seguintes: fortalecimento geral do corpo; aumento da flexibilidade muscular e da amplitude das articulações; melhora da coordenação motora; diminuição das tensões localizadas (especialmente nas regiões cervical e lombar); redução da compressão sobre os discos intervertebrais; etc.

As indicações que possui:

De modo geral, o Pilates proporciona ao praticante todos os benefícios físicos e mentais que resultam da atividade física realizada com consistência, como, por exemplo: aumento da resistência cardiovascular; prevenção contra diabetes e outras doenças crônicas; controle da pressão arterial; redução do risco de osteoporose; desenvolvimento da força dos músculos esqueléticos e das articulações; prevenção contra estresse, ansiedade e depressão; melhora do humor e do desempenho sexual; etc. De modo particular, o Pilates é insubstituível como programa de exercícios para aqueles que buscam equilibrar e harmonizar a postura corporal; aumentar a flexibilidade muscular; e ampliar o raio de ação de suas articulações.

Novidade contra as celulite e estrias

A mulher sofre alterações hormonais em seu corpo a todo instante, o organismo sente os impactos da alimentação, do estresse, da falta de cuidados ou da atenção que se dá ao corpo em tudo que engloba o aspecto feminino.

É verdade que a mulher se preocupa com seu corpo, queremos nos olhar no espelho e ver um corpo bonito, uma pele macia, limpa e sem manchas ou deformidades. Então lembramos… Estrias e celulites! Olhamo-nos pelo espelho, focando nas pernas, coxas e nádegas e oh! Elas estão lá.

O que algumas mulheres não sabem é que existem processos simples e básicos para combatê-las e melhorar o aspecto da pele. Não há segredos profundos sobre isso e este artigo tem exatamente esta intenção. Revelá-los!

Dieta e idade.
Os alimentos influenciam nossa vida, cada fibra, vitamina e composição nutricional agem em nosso corpo. Muitos alimentos naturais são altamente benéficos para nossa vida, nosso organismo, nossa disposição energética, e claro, a beleza e saúde de nosso corpo e células!

Uma dieta balanceada e rica auxiliará no combate das famosas estrias e celulites! Se você só ingere comida gordurosa seu corpo sentirá os efeitos dessa alimentação e consequentemente revelará isso tanto internamente como externamente, através de seu corpo.

Frutas, verduras e cereais são excelentes para a saúde e vida da mulher e da mente!
A idade também influencia. A partir da adolescência a mulher já pode ter alguns sinais na pele, pois com as transformações corporais o corpo também mudará.

Modos de prevenir.
Cremes hidratantes, óleos corporais, massagens para drenar o líquido e promover uma circulação saudável são altamente benéficas. Você deve passar cremes e óleos hidratantes em regiões como barriga, nádegas, coxas e seios.
Mantenha seu peso ideal, pois à medida que a pele estica pelo maior cumprimento da gordura, isso faz com que ela se amplie, então a pele sofre alterações, e logo as estrias e celulites aparecem.

Dicas.
Existem cremes caseiros que podem ser utilizados, como por exemplo, o creme de cenoura e óleo de amêndoas. Separe duas cenouras, um abacate pequeno, açúcar e óleo de amêndoas. Cozinhe as cenouras, misture com o abacate (sem semente ou casca), uma colher de açúcar e 3 colheres de óleo de amêndoas. Bata tudo no liquidificador, deixe bem homogêneo, aplique por cerca de 30 minutos. Esses ingredientes proporcionarão: Firmeza na pele, enriquecendo as células com vitaminas, hidratando, revitalizando, removendo as células mortas. Por fim aproveite o processo para fazer movimentos circulares na região de aplicação!

Unhas precisam de Nutrientes?

Indo direto ao ponto, sim! As unhas precisam tanto de nutrientes quanto todas as demais partes de nosso corpo. E a vitamina D é a principal fonte para o fortalecimento das unhas, segundo a dermatologista Márcia Purceli (em entrevista ao programa Bem Estar).
Problemas de unhas finas, fracas, que quebram com facilidade e ressecadas são muito comuns entre as mulheres e as causas para o surgimento dessas situações podem ser várias e vão desde o uso excessivo de produtos químicos até mesmo à doenças graves como a anemia e hipo/hipertiroidismo.
Do que as unhas são feitas?

As unhas são formações a base de fibras de Queratina e surgem através de glândulas que expelem camadas dessa proteína em cima da base do dedo. Dessa forma a unha segue unida ao dedo da raiz até a sua ponta onde se descola naturalmente e continua a crescer.

Curiosidade: As unhas crescem aproximadamente 3 mm por mês levando de 4 a 5 meses para chegar da raiz até a ponta no caso das mãos, e, de 8 a 12 meses no caso dos pés.

Problemas e causas relacionados às unhas

Unhas fracas e quebradiças – Essa situação pode ocorrer por algum transtorno ou deficiência nutricional ou ainda por algum trauma. A falta de nutrientes é uma das grandes causadoras desses problemas e está relacionada a má alimentação. Perda de peso através de dietas extremas também está diretamente associada ao enfraquecimento das unhas.
Unha encravada – Geralmente são causadas por traumas ou uso excessivo de calçado inadequado. Deve ser tratada assim que for observada, evitando que o quadro se agrave virando uma infecção.
Inflamação da cutícula ou “unheiro” – É comum principalmente em donas de casa que estão habituadas a trabalhar muito com água ou umidade, mas também podem surgir através de bactérias geradas após um trauma (como na retirada da cutícula pela manicure).

Hábitos para fortalecer e proteger as unhas

Segundo a dermatologista Tânia Maria Pimentel Gomes, uma dieta recheada de nutrientes, proteínas e oligoelementos é essencial para a saúde das unhas. A alimentação é um fator importantíssimo para garantir unhas fortes. Veja alguns hábitos sugeridos pela dermatologista:

• Usar esmaltes de qualidade e evitar os que possuem produtos corrosivos como o Tolueno e Formaldeído.
• Lavar louça sempre com luvas. Caso o problema nas unhas persista, o indicado é consultar um dermatologista para verificar se os problemas estão relacionados com alguma doença.
• Deixar a unha “respirar” por pelo menos um dia durante a semana sem a aplicação de esmalte. Se possível usar hidratante corporal para auxiliar.
• Evitar retirar a cutícula, pois a mesma é responsável pela proteção contra bactérias e doenças.

 

Muay Thai – defesa e saúde na mesma arte

O Muay Thai, também conhecido como boxe tailandês é considerado a “arte das oito armas” por combinar golpes de punhos, pés, cotovelos e joelhos.

Por usar praticamente o corpo inteiro em seus golpes e movimentos, é uma arte marcial intensa, de contato total e que exige muito preparo físico!
Baseada na luta de pé utilizando principalmente golpes de perna, o Muay Thai exige do praticante desse esporte um ótimo condicionamento, e os treinos incluem exercícios para fortalecer musculatura, com muita corrida, jogo de pernas e movimentos combinados de socos, cotoveladas e joelhadas.

Veja a seguir algumas das vantagens que praticar Muay Thai traz para a saúde:

Musculatura: por utilizar todos os membros do corpo para compor os golpes, principalmente as pernas, um aspecto fundamental do treino do lutador de Muay Thai é justamente fortalecer a musculatura de braços e pernas, para poder aplicar golpes com força e rapidez. Além disso, os movimentos de defesa incluem também suportar golpes aplicados pelo adversário, então o fortalecimento da musculatura abdominal também faz parte da formação do lutador. Assim, praticar Muay Thai resulta em trabalhar praticamente todos os músculos quase simultaneamente, resultando em um corpo mais proporcionalmente definido.

Respiração: o Muay Thai é um esporte rápido e faz com que o lutador utilize muito a força de explosão, a flexibilidade e a velocidade, o que exige uma ótima resistência cardiovascular e o controle da respiração. Tudo isso exige um trabalho coordenado com o controle do sistema respiratório, que interfere muito no desempenho durante a luta. Como consequência, o praticante de Muay Thai acaba desenvolvendo também através dos treinos os músculos da região abdominal e o diafragma, fortalecendo a saúde respiratória.

Calorias: por ser um esporte que exige muito movimento e explosão, é ótimo para acelerar o metabolismo do corpo, aumentando a produção de massa muscular e de quebra queimando o excesso de calorias, levando o organismo à queima de gordura.

Coordenação motora: o treino típico do Muay Thai inclui exercícios que trabalham a coordenação entre o sistema nervoso central e o aparelho locomotor, visando preparar o atleta para respostas rápidas de ataque e defesa.

Dessa forma, praticar essa arte marcial pode render não só um espírito guerreiro, com mais disciplina, concentração e autoconfiança, mas também aumenta a queima de gordura e fortalece a musculatura, resultando em um corpo saudável e preparado para realizar esforços extremos!